Porto

Se tem uma cidade que eu gostei em Portugal, essa cidade foi Porto! O município é considerado Patrimônio Mundial, é super conhecido pelo seu vinho (aliás, o melhor que já tomei) e a população conta com aproximadamente 237 mil habitantes.

Hoje contarei o roteiro da nossa viagem de dois dias.

Ponte D. Luís

Legal! Mas o que fazer em Porto? Além da cidade ser muito fofa, meu amigo… você vai COMER, e vai COMER muito e pagar pouco haha!

PRIMEIRO DIA
Nós chegamos em Porto perto do horário do almoço, então já aproveitamos para experimentar o prato principal da região: Francesinha. Trata-se de um sanduíche que contém linguiça, carnes frias, carne de vaca, ovo, queijo. É guarnecida por um molho à base de tomate (parece molho de strogonoff), cerveja e pimenta – que é conhecida como piri-piri em Portugal – e vem acompanhado de batata frita. O restaurante foi o Café Embaixador.

Francesinha – preço: €6 (com bebida inclusa)

De lá, seguimos para a Avenida dos Aliados e conhecemos a Câmara Municipal.

Câmara Municipal de Porto

Em seguida, conhecemos a Estação São Bento, que é super conhecida por conta de seus azulejos. Foi inaugurada em 1915 e tem esse nome, pois no mesmo local existiu um convento, chamado São Bento.

Estação São Bento

Posteriormente, visitamos a Catedral da Sé. Aliás, lá tem um mirante bem bonito!

Mirante em frente à Catedral da Sé

Uma coisa que não pode faltar é a travessia pelo ponte D. Luís. Também existe um teleférico ali, mas nós não fizemos o passeio. Porém, para quem tiver interesse, vou deixar o link do site (http://gaiacablecar.com/) .
Ela começou a ser construída em 1881 ligando as cidades Porto e Vila Nova da Gaia, separadas pelo Rio Douro.

Vista da Ponte D. Luís

Ao descer da Ponte, você se depara com uma região muito gostosa cheia de vendedores de rua, músicos, restaurantes às margens do rio Douro, essa região se chama Ribeira. Históricamente, era um dos cais mais movimentados para carga e descarga de mercadorias. Hoje em dia, continua bem movimentado, mas a atenção é voltada para o turismo.

Vista da Ponte D. Luís

Ao andar pela Ribeira, te recomendo muito comer as castanhas portuguesas que tantos vendedores oferecem por ali. Eu confesso que tinha muito preconceito, mas é muito gostosa. Geralmente custa €3, uma dúzia.

Castanha Portuguesa

Para finalizar nosso primeiro dia, fomos para a Praia de Matosinhos ver o Pôr-do-Sol. Deve ser uma delícia ir para lá no verão. Aliás, foi a praia que eu achei mais parecida com o Brasil que já vi aqui na Europa.

Praia de Matosinhos

No jantar, comemos sopa daquele mesmo restaurante que fomos no almoço.

SEGUNDO DIA

Tomamos café da manhã (ou “pequeno almoço”, como dizem os portugueses) na padaria Nova Real. Meu deus do céu! Como eu comi haha tinha um milhão de opções e minha conta total deu €4. Recomendo muito.

De lá, seguimos para a Igreja do Carmo, que também chama atenção por conta de seus azulejos. Ela foi construída em 1756 e é considerada Patrimônio Nacional desde 2013.

Igreja do Carmo

Em seguida, mesmo depois de toda a comilança, fomos conhecer a Casa Portuguesa do Pastel de Bacalhau, que simplesmente faz bolinho de bacalhau com recheio de queijo da Serra da Estrela. Foi ótimo!

Bolinho de Bacalhau da Casa Portuguesa do Pastel de Bacalhau

Ali do lado fica a Igreja dos Clérigos que tem uma torre enorme, possível de ser subida, porém, só tem a opção de escadas e custa €6.

Igreja dos Clérigos

Ao redor, também tem uma daquelas placas com o nome da cidade. Super legal para tirar fotos!

Placa com o nome da cidade

De lá, seguimos com destino ao Mercado do Bolhão. Nada mais é do que o mercadão da cidade, que está em modo temporário enquanto o original é reformado.
Lá tivemos a experiência de degustar três tipos de vinho do Porto. 

Caminhamos um pouco para lá e para cá, até pararmos para comer de novo hahaha eita povo que gosta de comer! Dessa vez escolhemos outro prato típico da região: arroz de feijão e sardinhas fritas. O restaurante escolhido se chama “O Buraco”.

Sardinhas fritas

E, para finalizar a viagem, passamos na frente da tão famosa Casa da Música, que é o primeiro edifício construído em Portugal exclusivamente dedicado à Música. Existem visitas guiadas diariamente em inglês e português.



Casa da Música

Eu amei a viagem para Porto. Tentei não escrever muito sobre a história de cada atração porque o post ficaria muito longo, mas eu escrevi lá no meu instagram de viagens mais detalhes sobre os principais pontos turísticos. Aproveita para me seguir por lá! É @giipelomundo =)

Espero que tenham gostado!


2 comentários sobre “Porto

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s