Barcelona

Barcelona é uma das minhas cidades favoritas no mundo! Acho que o clima mais fresco e a vibe mais latina que me fazem me sentir mais perto de casa. É a segunda cidade mais populosa da Espanha, só perdendo para Madri. A população é de 1.6 mi de habitantes.

Foi minha segunda vez na cidade, mas foi como se fosse a primeira. Tentamos fazer tudo em um dia e vou contar como foi o roteiro. Nós optamos por não comprar nenhum ingresso de atração turística, pois estava extremamente caro, uma média de €20 cada atração. Vou pontuar o que fazer e a ordem que o fizemos.

  1. Sagrada Família
    5f399a9d-12b0-4251-a810-1ded35637852.jpeg

     

    Ponto turístico mais famoso da cidade. Começou a ser construída em 1882 e a conclusão está prevista para 2026, ano do centenário de morte de Gaudí, arquiteto responsável da obra. Para visitá-la, é preciso comprar um ingresso e se você comprar antecipadamente pelo site, sai mais barato. O arquiteto Gaudí está enterrado na cripta da igreja. Aliás, nos seus últimos 15 anos de vida, ele morava dentro da Igreja para se dedicar ao máximo ao projeto. Quando estiver completamente pronta, terá 170m de altura e será a igreja mais alta do mundo.

  2. La Pedreira – Casa Milà 

    7fd9db0f-e24d-4668-87a0-0b9dbcbcd703

    La Pedrera ou Casa Milà. Mais uma obra de Gaudí. Em 1905, um casal rico da cidade, Pere Milà e Roser Segimon se casaram. Atraídos pela fama de Passeig de Gràcia, uma rua super luxuosa de Barcelona, eles compraram uma casa isolada com jardim situada em um terreno de 1.835 metros quadrados e contrataram o arquiteto Antoni Gaudi para construir sua nova propriedade. O piso principal deste novo edifício, a Casa Mila, seria a sua casa e alugariam os outros apartamentos.

  3. Casa Batló

    ae195582-c765-482e-a9b3-f1c389703993
    Tanto a Casa Milà quanto a Casa Batló ficam na Paseo de Gracia, que é uma rua de lojas de grife. Assim como a Casa Milà, a casa Batló também é mais uma das casas que Gaudí construiu para uma família (Batló). Em 1995, a família abriu a casa para o público e passou a oferecer o espaço para eventos. Atualmente, é um patrimônio da Unesco e recebe aproximadamente 1mi de visitantes por ano.

     

  4. La Rambla

    ca625f30-bb3c-4d8a-91ca-97eb4987c36b
    Principal região de comércio de Barcelona. Na verdade, o nome mesmo é “Las Ramblas”, pois trata-se de um conjunto de pequenas ruas que, juntas, totalizam 1,2km. É muito conhecida por ter muitos restaurantes, lojas, floriculturas, cafés. Lá você também encontra o mercadão La Boqueria, o Grande Teatro do Liceu, Praça Real e o Monumento à Colombo. Estima-se que mais de 230 mil pessoas passa pela La Rambla durante os dias úteis e mais de 300 mil nos demais.

  5. La Boqueria

    9e3203e4-eba5-44f1-84f9-165a07a3379d
    Esse é o mercadão de Barcelona La Boqueria. Trata-se de um saguão cheio de barraquinhas com muitas frutas, peixaria, açougue, restaurantes, floricultura… enfim, tudo o que um mercadão geralmente tem! Ele fica na região da La Rambla! Lá, pudemos experimentar dois pratos típicos da região: paella e tapas.

    db3a3581-9ce0-4a1c-8725-716a3be7a65e

    Pedimos 2 pratos para 3 pessoas e nos totalizou €30. Por conta desse gasto, nos outros dias só comemos em casa e fizemos lanchinhos para o dia.
    Sobre a paella: é como se fosse arroz arbóreo, misturado com algum molho e, no nosso caso, frango e camarão. As tapas nada mais são do que petiscos. As nossas foram salada e almôndegas.

    b34d79cd-5e71-432f-90f9-1fa3cc783067.jpeg

  6. Parc Guëll

    0d186723-d248-42f3-ab46-2d9927b4388f

    4c1faec0-3dad-4f4d-adc5-8e6de8f68d91

    Sem dúvidas, o meu ponto favorito da cidade. Trata-se de um parque GIGANTE super diferentão por ter vários detalhes de mosaicos e de obras criadas por Gaudí. É possível ter uma vista linda da cidade e apesar de ser num ponto bem alto, a cidade disponibiliza várias escadas rolantes para chegar até lá, o que eu achei muito legal. A parte que fica as obras mais importantes de Gaudí, como a salamandra, fica numa área restrita e a visita custa €8,50 (atração mais barata até agora). Infelizmente eu não fui nessa parte do parque, mas só de olhar os arredores e todo o parque valeu muito a pena!

    3ca9b7e5-dc91-4d2c-b03d-a0c9d2410052

  7. Playa de Barceloneta 

    47f1fa8b-546a-4257-bc62-8836e627f606

    A cidade tem 10 praias, mas a mais famosa é a Barceloneta. A maioria delas foi remodelada ou construída para as Olimpíadas de 1992, ou seja, algumas delas são artificiais. Por ser a mais famosa, é cheia de turistas. Três coisas que eu senti que são totalmente diferentes das praias do Brasil: mar sem onda, areia bem diferente (pelo menos não é pedra, como a maioria das praias europeias) e MUITO topless. Não só na Barceloneta, mas quase todas as praias europeias, o nudismo é liberado. Para eles é algo bem natural… Dessa vez que fui estava frio e a praia estava bem vazia, mas da outra vez o pessoal aproveitava bastante o local.

    Como deu para perceber, a cidade respira o arquiteto Gaudí, e não é para menos! Eu nunca vi algo tão antigo e diferente do comum.
    Barcelona é uma cidade muito legal! Recomendo muito a visita =)

    Até o próximo post! =)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s